major eléctrico


quinta-feira, janeiro 11, 2007
--------------------------------------------------------------------

Compras 10.01.2007: Bleep

Nightmares On Wax «Dextrous» 12" Warp 1989
Sweet Exorcist «Testone» 12" Warp 1990
Tricky Disco «Tricky Disco Remix» 12" Warp 1990
A Warp, em Sheffield, tinha consumido avidamente o que se havia passado em Chicago poucos anos antes, quando a House tomava forma e nome definitivo. Se os LFO são unanimemente considerados a essência do bleep, eles só apareceram na Warp com o número de catálogo 5 mas mesmo isso foi semelhante ao que acontecia em Chicago com os jovens produtores a levarem as suas demos a Ron Hardy no Music Box para serem testadas ao vivo. Só depois apareciam em disco. Mas já Nightmares On Wax e Sweet Exorcist, números 2 e 3 do catálogo, falavam por bleeps. Mais surpreendente no primeiro caso, já que, após o álbum de estreia, NOW avançaram numa direcção quase oposta, não tão surpreendente no caso de Sweet Exorcist, o duo de DJ Parrot e Richard H Kirk, ex-Cabaret Voltaire, ele próprio com parte da responsabilidade pelo que se ouvia em Chicago, até. «Testone» é construído em torno de um test tone de televisão, a forma pura do bleep, e uma voz sem emoção, logo no início, pergunta "If everything's ready here on the dark side of the moon, play the five tones". «Testthree» é o menos longo mas o mais dramático e empolgante.
Tricky Disco eram Lee Newman e Michael Wells, já com um passado no industrial com o nome Greater Than One, experimentavam com samples mais do que a maioria dos seus congéneres e é por isso que «Tricky Disco» pára antes de ser realmente bom: o bleep é cortado por saxofone e um coro de vozes esporádico. Claro que a Inner Space Mix é melhor do que a Saxy Mix, a linha de baixo pula mais.




2 Comentários:

em 4:04 da tarde, Anonymous mkr disse...

Olha! Sabia lá eu que havia um blog 'major eléctrico'!! Olá.. mais um leitor assíduo.

 
em 6:07 da tarde, Blogger ME disse...

Bem vindo : )
ME

 

Enviar um comentário

<< de volta ao início