major eléctrico


quarta-feira, abril 05, 2006
--------------------------------------------------------------------

Compras 04.04.2006

Pet Shop Boys «West End Girls - The Shep Pettibone Mastermix» 12" Parlophone 1985
A versão que faltava, depois do original produzido por Bobby Orlando. Beat reforçado, piano pré-house, a voz de Tennant bem clara, 8'09"; no lado B, 9'30" de «West End Dub» : ) + «A Man Could Be Arrested» (ainda co-produzido por Orlando).
Pet Shop Boys «It's A Sin» 12" Parlophone 1987
Disco Mix no lado A com mais de 7 minutos, longa introdução antes da melodia reconhecível, nada a assinalar. Lado B tem versão 7" e outra co-produção de Shep Pettibone: «You Know Where You Went Wrong». Giro, mas longe de essencial.
Lil Louis «French Kiss» 12" FFRR 1989
Versão longa natural de 12" com a quebra softcore; lado B com «Wargames», a cena mais schizo sem acid que Chicago produziu na era clássica. Mental.
M|A|R|R|S «Pump Up The Volume Remix» 12" 4AD 1987
Colaboração Colourbox/A.R.Kane no período de ascenção da House até explodir no Verão do Amor de 88, toda a gente sabe o que é este disco. A colaboração nota-se mais obviamente no lado B: «Anitina (First Time I See She Dance») tem cut-up rítmico Colourbox e voz meio celestial A.R.Kane.
Det Reirruc & Latin Rascals «Axel F» 12" Streetheat 1985
Apresentada na capa como The Real Dance Version, transformada para NY. Original de Harold Faltermeier criminosamente apropriado em 2005 para toque de telemóvel. Latin Rascals fazem edits e cut-ups e blah blah pop com sons que começaram e acabaram nos 80's.
V/A «Chic, Vol. 1» LP Chic 1985
Chic, na Alemanha, licenciou para consumo interno alguns nomes típicos do Italo (Kano, Sabrina, Gaz Nevada, Sinita, Fun Fun). Neste disco é tudo inferior, excepção a «Living In The Jungle» de Gaz Nevada, pop baleárica a apanhar com melhor efeito na versão 12".
Flash And The Pan «Midnight Man» 12" Epic 1985
Mais um exemplo óbvio de como é necessário ter o maxi e não apenas o 7". Misturado por François Kevorkian em NY, precisava mesmo assim de um edit para retirar o excesso de guitarra no segundo terço. Dub no lado B, com o evitável «Fat Night» (bah).
i «Warm Sunday» 12" POD 1992
Mais Atom Heart clássico, das sessões «Repetitive Digital Noise» de 92. Acid mental, bleepy, seco, em três das melhores faixas ácidas do primeiro período Atom Heart. Incansável.




3 Comentários:

em 7:53 da tarde, Anonymous funkula disse...

SOFTCORE a quebra no French Kiss Electric Major!? Aquilo parece a Traci Lords num daqueles classicos momentos de rejubilo!!! Sabes a causa de tal momento de rejubilo caro Major? Of course not, eu sou a unica pessoa à face da terra que sabe, here it is - os gemidos da babe no French Kiss foi pq ela encontrava-se a ouvir AH...THE NAME IS BOOTSY,BABY! Thats right! Do one&only Bootsy Collins!

 
em 10:37 da tarde, Blogger Electrobot disse...

A Traci Lords...ó Funkula, de que te foste lembrar...eheheheheh.

 
em 11:01 da tarde, Anonymous funkula animal disse...

Sou fã! Ela é uma das grandes iconoclastas da minha infância!E repara, tanto a Traci Lords como o Lil Louis pertencem aos 80s! E que tal a Samantha Fox!? Oh Yeah!Thats riight!I bet All Ya remember that chick!Aquelas MARGARIDAS a cantarolarem - touch me!touch me! Hoje em dia os belos exemplos da miudagem resume-se aos morangos com açucar e os big bros, it s all good, just different thangs for different times.
Ja agora, ha ai discos brutalissimos atenção!(É pena é ñ haver um unico P-Funk ou uma perola do Rufus Thomas)

 

Enviar um comentário

<< de volta ao início