major eléctrico


domingo, março 05, 2006
--------------------------------------------------------------------

Compras 03.03.2006

Delta 5 «See The Whirl» LP Base 1981
Um dos elementos do Santo Graal punk-funk, único álbum da banda finalmente a um preço de jeito e por acaso a coincidir com a compilação em CD
Prince «Controversy» LP Warner 1981
Não é dos melhores discos de Prince mas tem duas das suas melhores peças funk: «Let's Work» e principalmente o tema-título com todos os seus incríveis 07:14 minutos.
Lil Louis & The World «From The Mind Of Lil Louis» LP FFRR 1989
House sexy, com pequena ajuda de Larry Heard mas, no fim do dia, a soar completamente original; a versão de «French Kiss» a começar onde no maxi vai a meio (na quebra); o grande «Blackout», aproveitando o motivo sequenciado de «French Kiss»; «Nyce & Slo», seeexy (edit no nº3 da série Supreme por Todd Terje).
Xena «On The Upside» 12" Emergency 1983
Dica no nº15 da Wax Poetics, perfeito num set electro-funk vintage de Greg Wilson e, claro, mais-valia no dub (lado B).
Cabaret Voltaire «The Drain Train» 2x12" Doublevision 1986
Segunda cópia, puro amor ao período 83-87 de Cabaret Voltaire, quando inventaram outro tipo de funk.
Richard H. Kirk «Ugly Spirit» LP Rough Trade 1986
No mesmo ano de outro álbum a solo de Kirk (1/2 Cabaret Voltaire), esse muito superior: «Black Jesus Voice». «Ugly Spirit» é mais próximo de alguns clichés 'sérios' do industrial da época.
Soft Cell «Tainted Love» 12" Vertigo 1981
Apenas uma questão de tempo, podia ter sido há 10, 15 ou 20 anos, foi só agora: maxi inclui o dub e a versão de «Tainted Love» é a que segue directamente para «Where Did Our Love Go»; cada lado tem 9 minutos : )
The Jets «Rocket 2 U» 12" MCA 1988
Apanhado em «Un Joli Mix Pour Toi», uma das melhores compilações editadas em 2005; a versão longa tem 09:30 minutos, lado B com dub e acappella, Minneapolis encontra Beverly Hills.
Lime «Angel Eyes» 12" Prism 1983
Ouvido pela primeira vez num re-edit de 2003 creditado a Manhattan Disco Mixers, que cortou tudo o que é desnecessário na versão normal: os excessivos maneirismos italo. Aqui em versão longa e dub, dá para perceber claramente quais os melhores pedaços aproveitados no re-edit.
Brooklyn Express «Sixty-Nine/Change Position (88)» 12" One Way 1982
Brooklyn Express «(Spank) Sixty-Nine/Change Position (88)» 7" Ultra Phone 1982

Versões de 09:30 e 06:30 no 12" são sempre prioritárias vs. 04:27 e 03:24 no 7". Mas tudo perfeito em todas as versões, Disco de fazer molhar o tecto; «Sixty-Nine» apareceu em re-edit no LP Betty Botox de um dos Optimo em 2005.
The Earons «Land Of Hunger» 7" Island 1984
François K incluiu a faixa em «Choice» (2002), mas desgraçadamente este single tem duas versões vocais e nenhuma instrumental; sotaque jamaicano meio fake estraga o efeito.
My Mine «Hypnotic Tango» 7" Blow Up 1983
Como sabe quem dedica algum tempo ao Italo Disco, é quase sempre nos instrumentais nos lados B que está o que vale a pena; «Hypnotic Tango» apareceu na primeira «Serie Noire» compilada pelos Glimmers em 2002.
Clair Hicks and Love Exchange «Push (In The Bush)» 12" KN 1984
Produção de Shep Pettibone, Greg Carmichael e Patrick Adams, este último provando invulgar longevidade como produtor de Disco. Mais Electro do que Disco, no entanto, 5 versões incluem dub, instrumental e beats.
Comateens «Ghosts» 12" Jupiter 1982
Não exactamente a versão com voz feminina que esperava (tinha ouvido da primeira vez que saiu «Young, Sick & Beautiful», bootleg new wave de Ivan Smagghe), mas o funk está inteiro nesta versão masculina também e o bónus da edição alemã é a capa com a banda desenhada como Max (Peter Pank, lembram-se?).
Au Pairs «Inconvenience» 12" Human 1981
A remistura de «Headache» no lado B é a melhor cena, e o original já tinha sido o melhor tema no álbum «Playing With A Different Sex», do mesmo ano; baixo quase dub e uma das vozes mais distintas do pós-punk.
Dinosaur L «Go Bang #5/Clean On Your Bean #1» 12" Sleeping Bag 1982
É uma reedição, ok, mas faz chorar na mesma. Duas das melhores faixas de sempre de Arthur Russell, aqui sem Nicky Siano mas com misturas de François K.
Cultural Vibe «Ma Foom Bay» 12" Crossover 1986
Compra adiada desde que a faixa foi ouvida no «Dj-Kicks» de Playgroup; House seca, tribal no sentido certo, "mixed with love by Tony Humphries".
The Creatures «Miss The Girl» 7" Polydor 1983
Há tempos tinha sido «Wild Things», a estreia dos Creatures em 81; agora «Miss The Girl», single saído do primeiro álbum em 83, a perfeita junção da exotica Martin Denny com o charme Siouxsie Sioux (a sua voz aqui faz derreter tudo à volta).
i «Tinned Music» 2xLP Pod 1996
Já em passagem para outra coisa, Atom Heart ainda produzia acid techno em 96. Não tão brilhante como o anterior disco de i em 92 («Repetitive Digital Noise»), tem mesmo assim um pouco do melhor Acid de sempre; na colecção em CD há uns anos, mas o vinil vai ser precioso para a última noite Strawberry Force Fields Forever (10.03.2006).




6 Comentários:

em 2:29 da tarde, Blogger Electrobot disse...

Tudo excelentes compras, ó grande Zé Moura, tanto as de Março como as de Fevereiro...o tempo passado á procura de coisas novas-antigas tem dado os seus frutos :).

Para quando a prometida visita aqui a Setúbal? ;)

 
em 12:10 da tarde, Anonymous Funkulinho disse...

q rapinagem valente!

 
em 12:22 da manhã, Anonymous dub disse...

Deve andar toda a gente a despachar os seus Lil Louis. Ando a apanhar os maxis todos desse mítico álbum ao preço da chuva por tudo o que é loja de 2a mão.

E o Xena é tão grande. A Emergency tem muito xarope mas é daquelas editoras que se compra sempre de olhos fechados.

 
em 12:31 da manhã, Blogger ME disse...

Dub, se arranjares o maxi do «I Called U» com o «Blackout» no lado B a um preço porreiro dá um toque : )
Tou a tentar...

 
em 2:30 da manhã, Anonymous dub disse...

Se o apanhar, é teu.

 
em 9:03 da manhã, Blogger ME disse...

Viva : )

 

Enviar um comentário

<< de volta ao início